Você não tem prazo de validade!

Uma vida sexual satisfatória física e mentalmente não lhe dá só mais vida nos 40 minutos depois de sexo, mas também é um dos segredos menos bem guardados para o bem-estar e qualidade de vida na idade avançada, apesar de que, na prática isso não pareça tão obvio.  

Isto foi o mesmo que dizer que a sexualidade nos acompanha em todas as etapas da nossa vida transformando-se assim como se vai transformando o nosso olhar e a nossa vivência física e social. 

Mas infelizmente a sexualidade jovem parece ser aquela que é socialmente escolhida para ser retratada, a que causa mais interesse na discussão pública, conferindo quase aquele tal desconto jovem de navegação facilitada. Este cenário é altamente tóxico e não é real pois a verdade é que somos um ciclo. 

Desde que nascemos começamos a envelhecer. 

Quanto mais longe vamos, mais mudanças fisiológicas e emocionais observamos em nós e no outro, e é mais que natural essas se acompanharem de desafios internos sobre o que somos, o que éramos e o que, ainda não fomos. 

São exemplos de momentos que desafiam a nossa identidade e consequentemente sexualidade a menopausa, por exemplo, a diminuição drástica de estrogénio atinge o desejo e a lubrificação. Ou no caso de pessoas com pênis a queda da produção de testosterona estimadamente a partir dos 40 anos, que pode traduzir-se em situações de impotência (disfunção erétil) e de diminuição do desejo sexual. 

Estes marcos podem ser levados com aceitação ou podem revelar-se frustrantes como mencionado anteriormente, e impactar outras áreas da nossa vida causando stress, tristeza, solidão e até ciúme… 

Se está a experimentar estes ou outros sentimentos provenientes do envelhecimento não desanime pois está só no início de uma nova aventura! 

Ficam aqui 8 passos para ajudar a contrariar esse pesadelo socialmente construído que não tem e não deve se o seu : 

  • Sex-shopping 

Quando foi a última vez que foi a uma? Agora é uma boa altura para explorar os produtos de farmácia de sex shop. Explique o que procura sem vergonhas e rodeios, os profissionais de sex shops vão saber indicar-lhe os melhores lubrificante, estimulantes, vibradores …afinal de contas eles tem muitas formações sobre isso! Provavelmente sai de lá com mais informação de soluções rápidas e truques.

  • Descubra novas formas de prazer 

A procura pode ser tão excitante, como a descoberta de novas formas de prazer. Lembre-se que sexo não é penetração. Invista no toque, nos beijos, na massagem, na masturbação, no sexo oral ou até em novas posições. 

  • Aprenda algo novo. 

Talvez “massagem nunca tenha sido o seu forte”, mas já experimentou aprender? Já assistiu a um filme com cordas e até lhe interessou, mas nunca retomou essa ideia, porque não frequentar uma aula? Felizmente vivemos numa época que existem workshops para tudo e em todas as línguas, invista em si e conheça pessoas novas ! 

  • Torne as suas fantasias reais 

 Explore as fantasias que ainda não concretizou e construa novos desejos. Lingeries, roupas sexys que representam personagens ou jogos eróticos são excelentes complementos. Tire um tempo na sua agenda para fazer o exercício de fantasiar, essa é a energia que motiva o desejo. 

  • Exercício físico e boa alimentação 

Esteja em contacto com o seu corpo e os seus sentidos. a atividade física melhora a circulação sanguínea, aumentando a irrigação dos órgãos sexuais —o que contribui para o aumento da lubrificação e da potência no caso da ereção. Além disso é uma ferramenta para lidar com o stress e melhorar a autoestima. 

Ainda neste âmbito do auto-cuidado a alimentação para a sexualidade tem séculos de estudo e é real o efeito afrodisíaco de certos alimentos, veja o nosso artigo para saber mais

  • Veja este documentário inspirador de Heddy Honigmann : “O amor natural 1996” disponível youtube!  

CRsex


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

• Developed by the BMM for CRSex•