Melhor desempenho na cama. Conselhos básicos para elas

A incapacidade de nos entregarmos no plano sexual pode estar relacionada com um trauma ou um conflito de caráter interno. Manifesta-se sobretudo quando sentimos medo de perder algo se nos entregarmos completamente.

Na verdade, este é o medo de enfrentar aquilo que se mantém oculto dentro de nós. Quando este medo está presente, indica uma crença persistente de que somos uma pessoa indigna ou feia, ou então um sentimento enraizado de vergonha e culpa.

A falta de desejo ou de estímulo sexual surge, muitas vezes, como consequência de um abuso sexual durante a infância, de más perceções paternas incutidas de que o sexo é mau ou até de que o amor e o sexo não são compatíveis. Um incidente abusivo pode estar tão escondido no inconsciente que o que nos fica é o desejo de não participar ou de rejeitar o sexo, sem que saibamos a razão.

Tal situação está também muito relacionada com a sexualidade reprimida ao longo de vários anos. Na realidade, o sexo está mais na cabeça do que no órgão genital, mas precisamos de cuidar do nosso órgão para que não se acumule tanto “detrito”. Sim. O útero é o lugar onde mais se acumulam “detritos” emocionais, desta vida e de outras. Por isso, pode, claramente, influenciar e conduzir a uma libido baixa.

Tenha em consideração alguns conselhos básicos para melhorar o seu desempenho e assim tornar-se boa na cama:

1. Seja sensual

Antes de iniciar o sexo e até mesmo os preliminares, é importante demonstrar toda a sua sensualidade. Por isso, comece por usar o toque, o olhar e as insinuações para mostrar que a sua libido está latente e que é uma mulher irresistível. Desta forma, vai entrar na imaginação do seu parceiro e fazer com que ele pense e crie expetativas sobre o seu desempenho na cama, deixando-o ainda mais excitado.

2. Invista em lingerie

A escolha de uma lingerie sensual é o segundo passo para atrair o olhar e deixá-lo com mais vontade. O momento de se despir pode ser fugaz ou lento, com um striptease.

3. Saiba quando introduzir brinquedos eróticos

Antes de recorrer a brinquedos eróticos, saiba primeiro se ele é adepto ou tem algum interesse em experimentar. Tenha cuidado para não assustá-lo ou afugentá-lo, ao invés de o atrair.

4. Pense em sexo para ajudar a abrir o “apetite”

Não tenha medo de pensar em sexo. Fazê-lo uma vez por dia ajuda a produzir hormonas como a dopamina, responsável pelo desejo, prazer e bem-estar. Ajuda ainda a ter maior segurança para libertar-se mais na hora do sexo.


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

• Developed by the BMM for CRSex•