A ARTE DE SEDUZIR

A autoconfiança é uma caraterística essencial para os homens que querem seduzir uma mulher. Depois, há que aprender a não deixar enganar-se pelas aparências e a trabalhar com eficácia a imaginação feminina. 

Os rituais de namoro e de sedução estão presentes em toda a natureza. Algumas aves emitem determinados cantos, outras dançam graciosamente à volta da fêmea escolhida ou, como os pavões, estendem a plumagem para mostrar o esplendor da sua beleza. Há ainda outros animais que se entregam a duelos de vida ou morte para disputar a parceira. O homem não escapa a esta lógica e, até mesmo, repete, à sua maneira, as estratégias de outras espécies.

Obviamente que os rituais de sedução do homem moderno são muito mais sofisticados, estão em constante transformação e mudam consoante a cultura. Nos confins da história, simplesmente aplicava-se um golpe e raptava-se a mulher. Hoje, na cultura ocidental, a questão é muito mais elegante e, com a mulher cada vez mais exigente, é preciso ter uma noção clara de como agir.

A maioria das abordagens biológicas sugere que a prevalência de um macho alfa também está gravada no mundo humano. Esta figura não corresponde exatamente ao mais musculoso, nem àquele que disputa a mulher “às dentadas”. Não, mesmo!

O macho alfa na cultura atual está melhor equipado para sobreviver e prevalecer. O mais autoconfiante, aquele que sabe dizer a primeira e a última palavra é o preferido das mulheres, segundo demonstram vários estudos realizados.

A razão é simples: estamos biologicamente equipados com alertas secretos. O objetivo final do encontro sexual é perpetuar a espécie. Então, inconscientemente, as mulheres sentem-se mais atraídas pelo homem que se mostra melhor dotado geneticamente para cumprir esse objetivo.

Afinal, o que fazer para seduzir uma mulher?

Se ainda está sozinho e quer seduzir uma mulher, ponha em ação o seu instinto e perspicácia. Confie no seu desejo, mas saiba discipliná-lo. Tudo é uma questão de controlo!

Não se deixe levar pelas aparências. Uma mulher reservada, um pouco distante, pode estar a esconder um temperamento vulcânico, enquanto outra, aparentemente fogosa, acaba por revelar-se uma amante tímida na cama. Evite juízos precipitados, sem jamais perder de vista que ambas têm em comum a necessidade de se sentirem desejáveis e desejadas.

É importante deixar a mulher suficientemente seduzida para que adormeça e acorde no dia seguinte a sentir um calafrio na espinha, a pensar em si, no toque da sua mão e na forma particular com que lhe afagou as costas e os ombros… Isso vai conduzi-la à imaginação sobre até onde as suas carícias podiam ter ido pela sua pele nua.

É, assim, essencial instigar a imaginação delas, para que supliquem por uma realidade tão bela e delirante quanto costumam ser os seus sonhos e recordações.

Para atraí-las, excitá-las e deixá-las à beira da loucura, provocando, mesmo que à distância, um friozinho caraterístico no estômago, um calor entre as pernas, uma humidade na cuequinha, uma espécie de formigueiro na região da veia cava inferior, às vezes, não é preciso quase nada…

Cabe ao homem “atear” a imaginação para conquistar a mulher nos momentos certos, manter viva a excitação dela e, sobretudo, saber conservá-la nesse estado venturoso entre o orgasmo e a permanente expetativa de o atingir. Esse é o homem de todos os pensamentos e de todas as fantasias femininas.

Uma opinião acerca “A ARTE DE SEDUZIR

  • ymon

    Sim
    Sem dúvida foi o homem da minha fantasia, dos paradigmas que a sociedade nos apresenta. Viver a fantasia de que iremos vivenciar esto. Bem, bem isto se funde com a realidade do que queremos para nós ? Será que é isto que quero ? Quanto vou me dar ou pagar para que está fantasia se realize ? Bem É hora de soltarmos nos e perceber o que nosso corpo quer gosta anseia e satisfaz?


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

• Developed by the BMM for CRSex•